• Dilma quer renunciar e pedir novas eleições, diz jornal

  • Janot quer investigar Cunha e Aécio por corrupção em Furnas

  • Situação mostra força e anuncia pré-candidatos a prefeito de Cedro

  • quarta-feira, 4 de maio de 2016


    O novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado, nesta quarta-feira (4), aponta que, até o dia 30 abril, foram confirmados 1.271 casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso, sugestivos de infecção congênita,em todo o país.No total, foram notificados 7.343 casos suspeitos desde o início das investigações, em outubro de 2015, sendo que 2.492 foram descartados. Outros 3.580 estão em fase de investigação. O informe reúne semanalmente as informações encaminhadas pelas secretarias estaduais de saúde.

    Dos casos confirmados, 203 tiveram confirmação laboratorial para o vírus Zika. No entanto, o Ministério da Saúde ressalta que esse dado não representa, adequadamente, a totalidade do número de casos relacionados ao vírus. Ou seja, a pasta considera que houve infecção pelo Zika na maior parte das mães que tiveram bebês com diagnóstico final de microcefalia.

    Em todo o Brasil, os 1.271 casos confirmados ocorreram em 470 municípios, localizados em 25 unidades da federação. São Paulo registrou oito casos da doença ao Ministério da Saúde, sendo um com confirmação laboratorial para Zika. 339 casos já foram confirmados em Pernambuco.

    O Ministério da Saúde orienta as gestantes adotarem medidas que possam reduzir a presença do mosquito Aedes aegypti, com a eliminação de criadouros, e proteger-se da exposição de mosquitos, como manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes.

    Ministério da Saúde confirma 1.271 casos no país

    Publicado em  5/04/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»

    Dilma Rousseff e Katia Abreu durante apresentação do Plano Agrícola e Pecuário 2016/2017

    O Plano Safra 2016/2017 vai disponibilizar R$ 202,88 bilhões para produtores rurais. O valor é 8% maior que o da safra anterior, de R$ 187,7 bilhões. O novo Plano Agrícola e Pecuário foi anunciado nesta quarta-feira (4) pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, em cerimônia no Palácio do Planalto.

    Segundo o ministério, um dos destaques do plano é o aumento de 20% dos recursos para custeio e comercialização a juros controlados. A modalidade terá R$ 115,8 bilhões. Os juros foram ajustados sem comprometer a capacidade de pagamento do produtor, com taxas entre 8,5% e 12% ao ano, informou o ministério.

    Terra

    Plano Safra destinará R$ 202,88 bi para produtores rurais

    Publicado em  5/04/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»


    O governo Geraldo Alckmin (PSDB-SP) usou verba da tarifa do metrô de São Paulo para pagar obrigações contratuais com a operadora privada ViaQuatro, responsável pelaa Linha 4-Amarela da rede paulista do metrô, sem ter reembolsado o caixa do Metrô por isso.

    De acordo com reportagem do jornal “Folha de S. Paulo“, essa “pedalada” gerou um prejuízo de pelo menos R$ 332,7 milhões de 2011 a 2014.

    No entanto, a dívida só foi reconhecida pela gestão Alckmin em acordo firmado com a empresa pública em outubro do ano passado. A negociação, entretanto, resultou em perdão da dívida, que teve que ser absorvida pelo Metrô como prejuízo em meio à grave crise financeira enfrentada pela empresa.

    Segundo o jornal, a Folha enviou uma série de perguntas para a Secretaria dos Transportes e para o Metrô. Em uma semana, elas ainda não foram esclarecidas pelo órgão. O caso ficará sob responsabilidade da conselheira Cristiana de Castro Moraes e o julgamento só deve ocorrer em 2017.



    Alckmin dá 'calote' de R$ 332 milhões no Metrô de São Paulo

    Publicado em  5/04/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»




    A Frente Brasil Popular e o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) convocam a população para denunciar o papel da mídia privada na construção do golpe em curso no país. A mobilização em torno do Dia Nacional de Luta contra o Golpismo Midiático, acontece nesta quinta-feira, 5 de maio, e conta com atividades realizadas em todos os estados do país.

    O principal eixo das manifestações populares será a denúncia do monopólio privado nas comunicações – representado principalmente pelas Organizações Globo. 

    O objetivo é discutir com a sociedade que o monopólio no setor fere a democracia, a liberdade de expressão e o direito à comunicação, além de evidenciar o vínculo perverso entre o monopólio e a ausência de pluralidade e diversidade de vozes na mídia. De acordo com a Frente Brasil Popular, a mídia monopolizada conduz a uma narrativa única dos fatos, sempre à serviço da pauta conservadora, antipopular e golpista, estimulando o discurso do ódio, o preconceito e a intolerância.

    Os comitês estaduais da Frente Brasil Popular e do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação devem divulgar horário e local das atividades.

    5 de maio terá mobilização contra golpismo midiático

    Publicado em  5/04/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»

    terça-feira, 3 de maio de 2016

    Às vésperas de completar cinco meses, o assassinato da menina Beatriz Mota, de 7 anos, em Petrolina, continua sem solução. Mas, nesta segunda-feira (02), o caso ganhou um novo capítulo. O promotor de Justiça Carlan Carlo da Silva, que acompanha as investigações da polícia, quebrou o silêncio e afirmou que o crime pode ter motivação religiosa. De acordo com ele, essa é uma das principais linhas de investigação até agora.

    A criança foi morta durante festa de formatura no Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora, onde estudava. O corpo, com uma faca cravada na barriga, foi encontrado dentro de um armário no vestiário esportivo. Em entrevista à Rádio Jornal Petrolina, o promotor disse acreditar que a criança foi escolhida de forma aleatória. “O crime teve planejamento prévio e provavelmente teve a participação de mais de uma pessoa. A possibilidade, pelo impacto que foi querido, obtido justo à sociedade, é de que houve motivação religiosa. O objetivo era atingir a Igreja”, avaliou o promotor.

    Para Carlan Carlo da Silva, a polícia apresentou falhas desde o início das investigações porque houve demora para se buscar a autoria do crime. A falha resultou nas dificuldades em se desvendar o mistério e concluir a motivação do assassinato e os seus responsáveis. Atualmente, as investigações da Polícia Civil estão sob sigilo. 

    O último pronunciamento aconteceu no final de março, quando a perícia revelou que a criança não foi morta no local em que o corpo foi encontrado. Revelou-se ainda que funcionários do colégio são considerados suspeitos porque apresentaram contradições em depoimentos à polícia. Alguns foram demitidos pela instituição particular.

    NE10

    Ministério Público acredita que morte de Beatriz foi crime religioso

    Publicado em  5/03/2016  |  in  Pernambuco  |  Leia Mais»

    Adolescente estava trabalhando na vidraçaria há 20 diasUm adolescente morreu após ser atingido por um pedaço de vidro nessa segunda-feira (2) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Militar, a mãe da vítima contou que Edwillian Mendes de Souza, de 16 anos, estava trabalhando em uma vidraçaria há 20 dias no bairro Indianópolis. 

    Ainda segundo a polícia, o adolescente estava trabalhando quando foi atingido por um pedaço de vidro, que atingiu o pescoço dele. O menor foi socorrido para o Hospital Regional do Agreste (HRA), mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

    A mãe do adolescente informou ainda que a vidraçaria não teria informado sobre a morte do filho e está alegando que o menor nunca teria trabalhado no local.


    NE10

    Adolescente morre após ser atingido por vidro em vidraçaria de Caruaru

    Publicado em  5/03/2016  |  in  Pernambuco  |  Leia Mais»

    AÉCIO-E-TEMER-22222

    Previsto para ser entregue ao vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), nesta terça-feira (3), o documento elaborado pela cúpula do PSDB como condicionante para a concessão do apoio ao novo governo estabelece como um dos temas centrais o início das discussões para a implantação do sistema parlamentarista a partir de 2018. O ano coincide com a realização da próxima eleição para a Presidência da República. Chamado internamente como “carta de princípios”, o documento foi fechado em reunião da cúpula do PSDB realizada em Brasília na tarde desta segunda-feira (2) e tem 15 itens.

    O item que aborda o novo regime consta do trecho que trata sobre a necessidade de se realizar uma reforma política. “Defendemos a criação de cláusula de desempenho eleitoral, o voto distrital e a formação das bases de discussão para a implementação do parlamentarismo a partir de 2018”, disse à reportagem o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG).

    O tucano deve entregar a carta pessoalmente a Temer nesta terça-feira, após reunião com integrantes da Executiva do partido. No documento, a cúpula do PSDB também defende a “expressa” redução do número de ministérios e cargos comissionados. O tema foi inserido como um dos itens prioritários num momento em que ainda não há, dentro da legenda, consenso sobre como participar do novo governo Temer.

    A ideia de parte de integrantes da cúpula do PSDB é aguardar o início da nova gestão e “ver que cara terá” para só depois integrá-la. Dentro desse entendimento, a possibilidade de o senador José Serra (PSDB-SP) vir a ocupar um ministério na nova gestão deverá ser considerada como uma indicação “pessoal” de Temer e não do partido. Além de Serra, o deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), também é cotado para assumir um posto no novo governo

    PRIVATIZAÇÃO – Na parte que trata do cenário econômico, o documento do PSDB defende que um dos caminhos para sair da atual crise é a ampliação das concessões e privatizações. Essa orientação teve a colaboração do ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga, nome que chegou a ser sondado para participar da equipe econômica do vice-presidente da República.

    “É imperativo que o novo governo proponha, em regime de urgência, uma agenda de reformas estruturais que criem condições para que o Brasil volte a ser um País competitivo, com melhores condições de gerar emprego, renda e bem-estar para as pessoas, e com equilíbrio nas contas públicas. E, ainda, recupere as agências regulatórias por meio de gestão profissional, buscando de forma equilibrada o interesse da sociedade e o aumento significativo do investimento em infraestrutura, baseado num programa consistente de privatizações e concessões”, diz a carta

    No texto, integrantes da cúpula do PSDB também defendem, sem dar detalhes, o combate rigoroso à inflação, preservando o poder de compra dos salários e a simplificação o sistema tributário, tornando-o mais justo e progressivo.

    O documento aborda ainda temas relacionados às área de saúde, educação, e a manutenção e qualificação dos programas sociais implementados pelo governo do PT.

    “Numa situação de crise aguda como a atual, deve estar garantida a manutenção e a ampliação dos programas sociais que se direcionam para os segmentos mais vulneráveis e de menor renda da população, em especial o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida, o Pronatec, o Fies e o Prouni”, diz o texto.

    Blog do Jamildo

    Documento do PSDB a Temer propõe implantação do parlamentarismo

    Publicado em  5/03/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»

    O caso recorda um crime de 2012 em Nova Délhi, na Índia, que provocou uma onda de indignação / Foto: Acervo

    A polícia indiana procura um homem acusado de mutilar sexualmente e assassinar uma mulher no sul do país, um caso que recorda um crime de 2012 em Nova Délhi que provocou uma onda de indignação. A mulher, uma estudante de 30 anos de uma casta inferior, foi agredida na quinta-feira em sua casa no estado de Kerala. O corpo foi encontrado pela mãe da vítima em uma poça de sangue.

    "O suspeito a atacou, matou e fugiu rapidamente", disse o comandante policial Mahipal Yadav, que investiga o caso, revelado nesta terça-feira pela imprensa indiana."Os intestinos parecem ter sido extraídos após a introdução brutal de um corpo estranho", afirmou à AFP.

    A vítima provavelmente foi estuprada, mas a polícia ainda aguarda os resultados da necropsia.A polícia acredita que a estudante, natural da cidade de Perumbavoor, 220 km ao norte de Thiruvananthapuram (capital do estado de Kerala), conhecia o agressor porque não havia sinal de arrombamento na casa.

    A imprensa indiana compara este assassinato com o estupro coletivo e agressão com uma barra de ferro de uma estudante em Nova Délhi em dezembro de 2012. A vítima morreu poucos dias depois em um hospital de Cingapura.

    O caso provocou uma onda de indignação e protestos para denunciar as agressões sexuais no país. O governo aprovou uma legislação mais rígida, mas a Índia continua registrando muitos casos de violência contra as mulheres. Apenas em 2014 foram 36.735 estupros, um número muito inferior à realidade, segundo as organizações de defesa dos direitos humanos.

    NE10

    Polícia da Índia procura suspeito de mutilar sexualmente e assassinar uma estudante

    Publicado em  5/03/2016  |  in  Mundo  |  Leia Mais»

    Com base na delação premiada do senador Delcídio do Amaral, a Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo Tribunal Federal a abertura de mais quatro inquéritos para investigar políticos na Lava Jato. Entre eles, estão citados Aécio Neves, Eduardo Cunha e Edinho Silva.

    Os pedidos de abertura de inquérito trazem nomes que, até agora, não são investigados pela Lava Jato, como o senador Aécio Neves, presidente do PSDB, o deputado Marco Maia, do PT, e o ex-senador pelo PMDB, Vital do Rego, atual ministro do Tribunal de Contas da União.

    A lista também inclui políticos já investigados. Esse é o caso de Edinho Silva, do PT, atual ministro da Comunicação Social, e do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, do PMDB. Cabe agora ao relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, a decisão de abrir ou arquivar as investigações.

    Os pedidos do procurador Rodrigo Janot são baseados na delação de Delcídio do Amaral.

    Em um dos depoimentos, Delcídio disse que foi orientado por Edinho Silva, então tesoureiro de Dilma nas eleições de 2014, a esquentar notas de dívidas de campanha, simulando ter recebido dinheiro de um laboratório farmacêutico.

    Em nota, Edinho Silva disse que sempre agiu de maneira ética, correta e dentro da legalidade, e que as afirmações de Delcídio são mentiras escandalosas e que jamais orientou o senador a esquentar doações.

    Sobre o deputado Marco Maia e o ex-senador Vital do Rego, Delcídio acusou os dois de pedir propina a empreiteiros em troca de derrubar requerimentos desfavoráveis na CPI mista da Petrobras, em 2014, da qual Marco Maia foi relator e Vital do Rego, presidente.

    Em nota, Marco Maia disse que é vítima de uma mentira deslavada e descabida.

    Vital do Rego afirmou que repudia as ilações associadas a ele e que está disposto a dar esclarecimentos.

    Sobre Eduardo Cunha e Aécio Neves, Delcídio afirmou que soube de um grande esquema de corrupção, com pagamento de propina, envolvendo os dois na diretoria de Furnas.

    Delcídio contou que o ex-diretor de Furnas, Dimas Toledo, operacionalizava pagamentos a favor de Aécio Neves, mas o delator não sabe como os repasses eram feitos.

    Em nota, Aécio disse que as investigações vão demonstrar a correção de sua conduta e que as afirmações de Delcídio tratam de temas antigos, que já foram investigados e arquivados.

    Já Eduardo Cunha, de acordo com o Ministério Público, teria alterado a legislação do setor energético em 2007 e 2008 para permitir que Furnas comprasse as ações de uma empresa de um operador ligado a ele.

    O deputado Eduardo Cunha afirmou que o procurador-geral da República continua despudoradamente seletivo e que se o critério fosse a delação do senador Delcídio, o procurador deveria ter aberto inquérito para investigar a presidente Dilma, citada por Delcídio por práticas de obstrução à Justiça.

    E em outro inquérito já aberto pelo Supremo Tribunal Federal, além de Eduardo Cunha, nove aliados dele serão investigados por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro. Alguns são ex-deputados. Outros são parlamentares que dão suporte a Cunha no Conselho de Ética, onde ele responde a um processo de cassação de mandato.

    Segundo o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, os aliados de Cunha tentaram pressionar grupos empresariais através de requerimentos em comissões, inclusive na CPI da Petrobras, para beneficiar um doleiro ligado ao presidente da Câmara.

    O deputado Eduardo Cunha declarou que desconhece o conteúdo do inquérito e desmente as suposições veiculadas.

    A defesa do ex-diretor de Furnas, Dimas Toledo, afirmou que a citação de seu nome é mera especulação do senador Delcídio sem o menor amparo na realidade e que os fatos relacionados a furnas vem sendo investigados há mais de dez anos e nunca se chegou a qualquer indício de participação de Dimas Toledo em distribuição de recursos.

    Globo

    Rodrigo Janot pede abertura de inquérito para investigar Aécio Neves

    Publicado em  5/03/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»


    O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidiu enviar ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedido de abertura de inquérito para investigar a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da operação Lava Jato, segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo desta terça-feira.

    O pedido de Janot terá como base a delação premiada do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), que foi preso em novembro do ano passado acusado de tentar obstruir as investigações da Lava Jato. Em sua delação, Delcídio acusou Dilma e Lula de tentarem interferir na operação.

    Segundo a Folha, também está no alvo da Procuradoria-Geral da República o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que é suspeito de ter trabalhado para tentar evitar a delação de Delcídio, que foi solto da prisão em fevereiro.

    Terra

    Janot vai pedir investigação de Dilma e Lula na Lava Jato, diz Folha

    Publicado em  5/03/2016  |  in  Brasil  |  Leia Mais»

    About-Privacy Policy-Contact us
    Copyright © 2013 Portal Cedro . Blogger Template by Bloggertheme9
    Proudly Powered by Blogger.
    back to top